SOBRE

 

 

Pamela Facco percorreu um caminho sinuoso nas áreas das artes até chegar a fotografia. Designer gráfica por formação acadêmica, ilustradora nas horas vagas, fez cursos de desenho e pintura em renomadas escolas, como o Instituto Nacional de Artes de Buenos Aires, onde viveu em 2009. Na volta a São Paulo, começou a traduzir sua bagagem criativa em imagens fotográficas, as quais, desde 2010, priorizam o registro do humano.

 

Sua primeira série é documental sobre as crianças da comunidade Jardim Ibirapuera. Com a sequência desse trabalho ganhou o prêmio Sony International Award Brasil 2012, com o qual foi convocada para uma residência artística em Londres.

No paralelo de seus trabalhos autorais, registra casamentos e retratos de família, o que a ajudou a sensibilizar seu olhar na captura de momentos íntimos e emocionantes, como também a se aproximar dos fotografados para descontrair e despertar a melhor imagem.

 

De 2013 à 2015 desenvolveu uma série fotográfica, ”Entre o vazio”, sobre as areias do litoral paulista que participou da mostra Ritos e Rituais no Festival Foto em Pauta Tiradentes, de 2016.

 

Sua trajetória passou pela série “Sobre mulheres e flores” que uniu todas as ramificações de seu trabalho em um projeto só: retrato, mulheres, família, alusão a pintura e o grande fluxo de imagens.

Fotografar enquanto se vive é seu mais constante hábito. Em 2017 esteve entre Praga-Viena lá desenvolveu um ensaio fotográfico subjetivo em que uma imagem foi selecionada a participar da mostra principal do Festival Foto em Pauta de 2017, em que o tema era "Ficções - a fotografia além do real". Esse ensaio também foi selecionado para a shortlist do Festival Latino Americano de fotografia de celular, e duas de suas imagens foram expostas no MIS em maio de 2017. 

 

Sua série autoral atual é o Poesia com elos, projeto que visa desmistificar a nudez, apresentar corpo como potência artística e questionar os padrões impostos a mulher. Teve seu início no final de 2016 e hoje cumpre seu papel revolucionário sofrendo inclusive uma série de censuras mas conta com um apoio significativo de núcleos feministas e artistas em geral.