A METAMORFOSE

O ensaio se passa em Viena na Áustria. A narrativa sugerida é a de transformação e PERTENCIMENTO. Utilizando da técnica da dupla (ou tripla) exposição para despregar nossa mente do real e jogar-nos em outro plano de subjetividade. Fazendo a alusão à um sonho surrealista onde as árvores se fundem com o humano. Foto a foto a nossa sensação é de ir caminhando de um plano macro para o micro até onde os dois (árvore e homem) viram uma coisa só. Galhos podem ser veias, veias são raízes e há uma reflexão profunda sobre o ciclo da vida na terra onde tudo existe de maneira interdependente, fauna, flora, cidade, concreto e comunidade. Olhar para dentro de si com uma lupa é enxergar a sua realidade como animal e cuidar do espaço em que transita. 

 

(ensaio finalista do FLAMOB 2017 - MIS São Paulo) 

Show More